Com estrutura comprometida, viaduto da Avenida Miguel Rosa será interditado

0

Parte da estrutura do viaduto da Avenida Miguel Rosa, na Zona Sul de Teresina, está comprometida e pode apresentar perigo para quem usa a via. Imagens feitas pelo 180 na tarde desta terça-feira (14/05), mostram rachaduras e fissuras na estrutura que sustenta os pilares.

O viaduto foi inaugurado em outubro de 2017, após um longo e polêmico processo de construção.

O vídeo feito pela reportagem mostra que a estrutura pode estar cedendo e é possível ouvir também barulho atípico quando os carros trafegam. Um mecânico que trabalha na região informou que a pista apresentou ondulação há pouco tempo.

O Departamento de Estradas de Rodagens do Piauí (DER) confirmou o problema e informou por meio de nota que a Construtora Sucesso, empresa responsável pela obra, já está a par do problema e será notificada oficialmente nesta quarta-feira (15), para que a mesma tome as providências necessárias.

O Corpo de Bombeiros Militar do Piauí vai interditar o viaduto a partir desta terça-feira (14/05) para avaliar a atual situação da estrutura.

Confira a nota na íntegra enviada ao 180:

O Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER) vem a público informar que, acerca dos problemas encontrados na estrutura do elevado da Avenida Miguel Rosa (zona sul de Teresina), a Construtora Sucesso, empresa responsável pela obra, já está a par do problema e será notificada oficialmente nesta quarta-feira (15), para que a mesma tome as providências necessárias.

O Corpo de Bombeiros Militar do Piauí interdita o viaduto a partir desta terça-feira (14) para avaliar a atual situação da estrutura. Em paralelo, a equipe de engenharia do Departamento de Estradas de Rodagem trabalha em uma averiguação completa  do viaduto para analisar a gravidade dos danos.

A obra que foi inaugurada em 2017 interliga a BR-316 com o Centro, e tem como objetivo melhorar o fluxo de veículos na região. O investimento foi de R$ 24 milhões, recursos do programa Pró-Desenvolvimento II, do Governo Federal.

Veja as fotos das falhas na estrutura:

FONTE: 180graus

Deixe uma resposta