Com municípios em emergência, prefeitos cancelam festas dos aniversários de Caldeirão Grande, Alegrete e Marcolândia

0

Depois de declararem situação de emergência em saúde pública nos municípios de Caldeirão Grande, Marcolândia e Alegrete do Piauí, os prefeitos João Vianney, Francisco Pedro e Márcio Alencar, decidiram, de forma conjunta, cancelar as festividades comemorativas aos aniversários de emancipação política, que aconteceriam no final do mês de abril.

A decisão conjunta foi tomada considerando o avanço da pandemia do novo coronavírus por todo o Brasil e os graves riscos oferecidos à população, e seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde, do Ministério da Saúde, Governo do Estado, e em cumprimento aos Decretos municipais, que estabelecem uma série de medidas de prevenção e combate à disseminação do vírus, inclusive, a não realização de eventos de diversas naturezas que aglomerem grandes públicos, como acontece nas festas dos aniversários dos respectivos municípios.

De acordo com os prefeitos, o cancelamento das festas é parte do plano de medidas que estão sendo implementadas nos respectivos municípios com vistas ao possível agravamento da crise da covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, epidemia de coronavírus no país deve atingir seu ponto máximo entre os meses de abril e maio.

Prefeito Vianney, de Caldeirão Grande do Piauí

“A situação que está o nosso Brasil e o mundo é preocupante. Temos um vírus grave se espalhando e que já chegou ao nosso Estado, e o pior momento ainda está por vir, como disse o ministro da Saúde. Então, embora seja uma data importante e que merece ser comemorada, neste momento não há clima para pensarmos em festa”, disse, Vianney, acrescentando que as atenções da gestão no momento atual estão voltadas para a saúde. “Nosso prioridade agora é com a saúde, com a prevenção e o combate ao coronavírus. O que seria gasto na festa, vamos destinar para as ações da Saúde, para dar assistência à nossa população”, pontuou.

Chico Pitu, prefeito de Marcolândia

O prefeito de Marcolândia, Francisco Pedro Araújo, o Chico Pitu, afirmou que essa é uma decisão responsável e de cunho preventivo. “O momento é de alerta e exige precauções por parte de todos nós. Essa é uma decisão que nós tomamos pensando no bem estar e na saúde da população em geral, não só dos três municípios. Nós já adotamos uma série de medidas preventivas imediatas e estamos trabalhando também pensando no amanhã”, disse.

Márcio Alencar, prefeito de Alegrete

Márcio Alencar, prefeito de Alegrete do Piauí, manifestou sua preocupação com a saúde da população do município e justificou sua decisão enquanto gestor. “Essa é uma decisão que não me agrada, mas é uma decisão responsável que o momento exige. Quem mais queria que acontecesse as festividades do aniversário da nossa cidade era eu, porque estou encerrando meu mandato e queria promover essa grande festa para a nossa gente, mas, diante da situação, do problema, diante desse surto do coronavírus, tivemos que tomar essa medida drástica, para que não haja aglomeração de pessoas em nossa cidade. Alegreteneses, me desculpem por tomar essa decisão, mas é pensando no bem estar de todos”, pontuou.

_Dados do COVID-19
No Piauí, de acordo com o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde divulgado nesta sexta-feira (20), já são quatro o número de casos positivos para o coronavírus, além de 101 casos suspeitos. Outros 61 foram notificados, sendo 56 deles foram descartados. Em todo o Brasil, os casos confirmados chegam a 1.021, com 18 óbitos. O Estado com maior incidência é São Paulo, com 396 casos confirmados e 15 óbitos. No mundo, são mais de 259 mil pessoas contaminadas e mais de 11 mil mortas.

Fonte: Cidades na Net

Deixe uma resposta