Dom Plínio pede apoio da população para a reforma da Catedral

0

As obras de reforma da Catedral de Nossa Senhora dos Remédios serão retomadas nos próximos dias. A Diocese se prepara para a continuidade dos trabalhos, após o impasse judicial que embargou a execução do projeto.

“Nós fomos barrados quando iniciamos a remoção do piso. Fomos notificados pelo Ministério Público e atendemos a sua recomendação, após um processo legal o mesmo se posicionou favorável a continuação da obra e vamos seguindo aquilo que é do nosso direito, pois estamos regularizados para isso”, disse o bispo diocesano, Plínio José da Silva.

A programação da obra, segue pela condução do pároco de Nossa Senhora dos Remédios, Padre Francisco Pereira Borges, mais conhecido pela comunidade católica como Padre Chiquinho.

Dom Plínio pediu o apoio da população durante a reforma. “O povo que quer a reforma do piso da catedral por certo vai colaborar nesta parte financeira. Temos um orçamento, mas sabemos que em obra tudo é imprevisível, uma vez que a igreja não tem reservas de grande porte para custear a obra integralmente”.

A Obra

Orçada em aproximadamente R$ 800 mil e com previsão de conclusão para fevereiro de 2020, a obra seria custeada por campanhas realizadas pela paróquia e contempla a mudança do piso, restauração dos vitrais e adequação da arquitetura sacra aos padrões do Conselho do Vaticano II.

De acordo com o, Ayrton José da Costa Luz, engenheiro civil responsável pela obra, o piso retirado fará parte da campanha.

“Os mosaicos, chamados ladrilhos hidráulicos, estão sendo limpos, moldurados, adesivados e farão parte de uma campanha para arrecadação de fundos. Eles serão lembranças para as famílias que ajudarão”, explicou o engenheiro.

picos 40 graus

Deixe uma resposta