Em São Julião, auditores do Sistema Nacional de Auditoria do SUS encontra graves irregularidades na Saúde

0

O portal Diário Gazeta de Massapê teve acesso a informações de uma Auditoria realizada nas Unidades de Saúde em São Julião, entre elas a Unidade de Saúde David Bezerra de Alencar, conhecido como Hospital do Estado, que foi municipalizado e devolvido pelo Município ao Estado, encontra-se fechado a alguns meses e o Hospital Luis Gonzaga da Rocha, ambos em São Julião.

A auditoria foi realizada entre o mês de Julho e agosto de 2019, pelo SNA – Sistema Nacional de Auditoria do SUS.

Foram encontradas inúmeras irregularidades, desde a mais simples, a exigência de titulo de eleitor como documento de identificação, todavia, documento de identificação legalmente é aquele que possui foto para identificação da pessoa natural e suas informações de filiação, data de nascimento, local, origem e com foto.

O titulo de eleitor possui apenas os dados do cidadão para que ele possa apresentar no dia da votação, como esta descrito no relatório o titulo eleitor não é documento de identificação, não possui foto, e ainda por cima para votar ao comparecer na urna o cidadão precisa apresentar um segundo documento de identificação que tenha foto, indispensável para verificação da identidade do cidadão no momento de seu comparecimento à urna no dia das eleições.

Além da irregularidade de encontrar número de título de eleitor como documento de identificação nas fichas nas unidades básicas de saúde.

No relatório produzido pela Auditoria do SNA – Sistema Nacional de Auditoria do SUS, foram encontradas outras irregularidades mais graves, entre elas que uma unidade de saúde que esta fechada é apresentada nas informações do município encaminhadas ao SUS como em pleno funcionamento e realizando produção e atendimentos a população acima de sua capacidade instalada de atendimento.

Como também consta em trecho do relatório produzido pelos auditores a existência de irregularidades na carga de médicos que atendem no município, inclusive apresentam os auditores recomendação de envio do relatório ao CRM/PI para apuração das condutas éticas dos profissionais envolvidos.

Fonte: Diário GM

Deixe uma resposta