Empresários caem em golpe da máquina de cartão de crédito e suspeitos são presos no Piauí

0

Dois homens suspeitos de aplicar golpes foram presos em flagrante ao negociar a venda de máquinas de cartão de crédito para os empresários. Eles chegaram a fechar venda, mas o produto nunca chegou aos compradores, que perceberam a armadilha do “golpe da maquineta” e acionaram a polícia. Até o momento, dois empresários foram vítimas em Teresina, com prejuízo de cerca de R$ 6 mil cada um.

A prisão ocorreu nesta quinta (22) no bairro Saci, zona Sul de Teresina. O major Audivam Nunes, comandante da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí,  informou que os suspeitos de aplicar o golpe se diziam gerentes de expansão de uma empresa para conseguir enganar os empresários.

A Força Tarefa da SSP identificou  os suspeitos de aplicar o golpe como André Alisson de Sousa Lima Pimentel e Rafael Oliveira Carvalhedo. “Eles falavam que eram funcionários dessa empresa (de máquinas de cartão); eles realmente trabalharam lá, mas foram desligados porque vendiam as máquinas, mas o dinheiro não chegava à empresa, nem os equipamentos aos clientes”, disse o major, após contato com a empresa, que ressaltou não ter nenhum contrato de trabalho com a dupla.

A suspeita é de que a dupla aplicou golpes em Teresina e no interior do Piauí. Os presos foram autuados por crime de estelionato, passaram pelo 3º Distrito Policial e pela Central de Flagrantes de Teresina.

“Os estelionatários vendiam as máquinas a juros menor que o normal, até sem nenhum juros para conseguir vender as maquinetas.  Os empresários demoraram a receber os produtos. Eles só diziam que estavam chegando, e nisso um dos empresários desconfiou”, disse o major.

Até o momento, a polícia identificou duas vítimas da dupla: o proprietário de uma barbearia e um proprietário de um posto de gasolina. “O dono do posto comprou umas cinco máquinas, o prejuízo deles deve ser de uns R$ 6 mil”.

Fonte: Cidade Verde

Deixe uma resposta