Menina de 5 anos é diagnosticada com câncer raro e precisa de ajuda

0

Diagnosticada com câncer maligno Linfoma de Hodgkin, que atinge a parte do sistema imunológico, Nicole Borges de Oliveira, de 5 anos, natural  de Loreto, interior do Maranhão, precisa de ajuda para começar seu tratamento.

Vindo de família humilde, os pais da pequena pedem ajuda para levar a garota até São Luís, onde ela precisa passar por uma série de exames.

Na internet, amigos e familiares iniciaram a campanha de doação #Todos_Por_Nicoly, para custear o tratamento da menina. Para ajudar, entre em contato através dos números:  Kaira – (99) 9 8452-4634 ou Juliana (99) 9 8443-4019.

Linfoma de Hodgkin

Linfoma ou Doença de Hodgkin é um tipo de câncer que se origina no sistema linfático, conjunto composto por órgãos (linfonodos ou gânglios) e tecidos que produzem as células responsáveis pela imunidade e vasos que conduzem essas células através do corpo.

O linfoma de Hodgkin tem a característica de se espalhar de forma ordenada, de um grupo de linfonodos para outro grupo, por meio dos vasos linfáticos. A doença surge quando um linfócito (célula de defesa do corpo), mais frequentemente um do tipo B, se transforma em uma célula maligna, capaz de multiplicar-se descontroladamente e disseminar-se. A célula maligna começa a produzir, nos linfonodos, cópias idênticas, também chamadas de clones. Com o passar do tempo, essas células malignas podem se disseminar para tecidos próximos, e, se não tratadas, podem atingir outras partes do corpo. A doença origina-se com maior frequência na região do pescoço e na região do tórax denominada mediastino.

A doença pode ocorrer em qualquer faixa etária; porém é mais comum entre adolescentes e adultos jovens (15 a 29 anos), adultos (30 a 39 anos) e idosos (75 anos ou mais). Os homens têm maior propensão a desenvolver o linfoma de Hodgkin do que as mulheres.

A incidência de casos novos permaneceu estável nas últimas cinco décadas, enquanto a mortalidade foi reduzida em mais de 60% desde o início dos anos 1970 devido aos avanços no tratamento. A maioria dos pacientes com linfoma de Hodgkin pode ser curada com o tratamento disponível atualmente.

Fonte: 180 graus


ACOMPANHE O PORTAL NPM NAS REDES SOCIAIS E VISITE NOSSO CANAL:

https://www.facebook.com/PortalNPM/

https://www.youtube.com/channel/UCpVEqwH3Pt07DvGBk7z3Vcg

Deixe uma resposta