Picoense obtém melhor nota de acadêmicos de Medicina do país

0

O acadêmico de Medicina João Lucas Silva Santana, natural da cidade de Picos/PI, obteve um feito extraordinário. Cursando o 10º período na Universidade Anhembi Morumbi, ele obteve a melhor nota no exame NBME (National Board of Medical Examiners). Participaram da prova mais de mil estudantes de Medicina, a maioria do estado de São Paulo, que abriga as melhores universidades do Brasil.

 

Segundo o site Marcas Vitoriosas, a realização do NBME no Brasil, em sua terceira edição, é possível graças a uma parceria, assinada em 2013, entre o Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa e o National Board of Medical Examiners (NBME), que há quase cem anos aplica nos EUA (Estados Unidos da América) testes que licenciam recém-formados.

João Lucas obteve 385 pontos na Qualificação Médica 2 (QM2). A maioria das pontuações fica entre 150 e 350. O gráfico abaixo mostra sua pontuação na escala com o Erro Padrão de Medida (EPM). O EPM indica o quanto a pontuação poderia variar, se se repetisse a prova sem novos estudos. Este ano, o EPM foi de 20 pontos.

Sua pontuação na escala é um ajuste estatístico do número de questões que João Lucas respondeu corretamente. Ele é calculado levando em conta as potenciais diferenças na dificuldade da prova através dos anos, permitindo que sejam feitas comparações no decorrer do tempo. Embora a dificuldade geral da prova possa variar de ano para ano, o conteúdo permanece o mesmo.

Este outro gráfico mostra o Ranking com a porcentagem de todos os participantes. João Lucas ficou no topo.

João Lucas deve se formar no final do próximo ano (2020), mas já tem em vista continuar os estudos. Ele deve fazer especialização em Neurocirurgia. Quanto aos resultados do exame do NBME, João Lucas disse que está muito feliz, e que o momento é de agradecer a Deus, mas manter o foco. “Ainda terei muitas provas no último ano de curso”, pontua.

Fonte: 180 graus

Deixe uma resposta