Sindicato e patrões entram em acordo e piso salarial dos comerciários de Picos é definido

0

Depois de quase dois meses de negociações chegou ao fim no início da tarde desta quarta-feira, 13, o impasse entre o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio e Serviços de Picos (SINTRACS) e a classe patronal. Em razão disso, foi concluída a convenção coletiva e definido o novo salário dos trabalhadores.

Como após várias reuniões as duas partes não chegaram a um acordo, foi necessária a interferência da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, com sede em Teresina.

Nesta quarta-feira, 13, em reunião conduzida pela mediadora Maria do Socorro Queiroz, empregados e patrões chegaram a um acordo e finalmente, depois de quase dois meses de impasse, ficou definido o novo piso salarial dos comerciários de Picos.

Na reunião de mediação o SINTRACS foi representado pelo advogado, Giovani Madeira Martins Moura, e pela Secretária, Eliana Maria de Sousa Barros, e os patrões pelos dirigentes do Sindilojas.

Segundo a ata da reunião de mediação assinada pelos representantes da classe patronal e pelo SINTRACS, o piso salarial dos comerciários de Picos ficou definido da seguinte forma:

– R$ 1.095,00 para o setor lojista;

– R$ 1.172,82 para o setor de farmácia e;

– R$ 1.130,27 para o setor de supermercados.

Impasse

Nesse período que antecedeu ao acordo, as duas partes endureceram o tom das negociações e chegaram a emitir pelo menos três comunicados aos seus associados falando do impasse.

Num desses comunicados os patrões chegaram a anunciar que o piso dos comerciários de Picos seria de R$ 1.091,20, reajuste de 3,43%. Subiram a proposta para R$ 1.095,00 e os trabalhadores concordaram, fechando a convenção coletiva nesta quarta-feira, 13.

Fonte: Jornal de Picos (JP online)

Deixe uma resposta